Interlocuções

A Mostra 2019 também inclui a terceira edição do Interlocuções, que promove debates, oficinas, encontros, lançamento de livros, exibição de filmes e outras experiências que visam ampliar a experiência e integração entre artistas, público e atrair estudantes e grupos estimulando o pensamento sobre as artes cênicas.

*** PROGRAMAÇÃO INTEIRAMENTE GRATUITA ***

(Programação sujeito a lotação)

VER ATRAÇÕES


INSCRIÇÕES ENCERRADAS! NOMES SELECIONADOS PARA AS OFICINAS:

OFICINA PERMANENTE – COMO FALAR SOBRE PERFORMANCE?

Adriana Tabalipa

Denise Bandeira

Debora Santiago

Doniasol Vanessa Sloboda

Eduardo Yosef Cardoso Amato

Isabelle Mesquita

Kristy Rafaela Bostelmann

Maria Inés de Cárcova Gutiérrez

Milena Leris Pereira Sugiama

Sirlene Nascimento Karmi

Terezinha de Souza Agra Belmonte

Yann Leonardo Lizardo

Oficina PARTILHA DE ARQUIVOS – uma das atividades da Residência CiaSenhas durante o Festival de Curitiba

Cristiane dos Santos Souza (Titi)

Iam Campigotto

Karin Maria Véras

Karina Pereira da Silva

Larissa Lima

Lídia Ueta

Michele Louise Schiocchet

Paulo Vinícius Alves

Oficina TREINAMENTO PARA ATORES

Matheus Freitas Miranda

Kristy Rafaela Bostelmann

Larissa Merlo

Wilson Trevisan

Luiza Mayer Seixas Narciso

Andressa Aparecida de Lima

Diogo Ezequiel Peroni

Larissa Ramalho Flor

Letícia Merlo

Anna Luiza Wantuch

Raphael David Farias Moraes

Juliana de Fátima Pereira

Laura Beatriz Leal Ribeiro

Tamar Blos

Matheus Martini

Rafael Nepel de Miranda

Hamilton Paiva Sales

Romario Souza do Nascimento

Rosiléia Gomes Batista

Wesley Soares

Bruno Freddi Mancuso

Leticia Paola Piergentile Vanzin

Lucas Gonçalves Maciel

Luiz Henrique Pires

Carlos Alberto Mendonça Filho

Marco Fabiano Kipman dos Santos

Isadora Leticia de Carvalho Figueiredo

Alanis Mahara Silva Borges

Bruno Lopes Saling

WORKSHOP COM LIA RODRIGUES

Diogo Ezequiel Peroni

Larissa Ramalho Flor

João Pedro Barauna da Silva

Anna Luiza Wantuch

Piettra Resende Marques Rebelo

Marcela Frischeisen Ribeiro

Cleide Caroline Silva Rodrigues

Maikon Martins

Rafael Monteiro Rodrigues

Leticia de Fatima Arruda

Diogo Cesar dos Anjos

Mariana Bonan Babes

Milena Leris Pereira Sugiyama

Juliana Ribeiro

Jade Azevedo Castro

Gabriela Guimarães de Nardin

Ana Beatriz Picolli Xavier

Mariah Sumikawa Spagnolo

Davi do Nascimento Lopes Mero

Bernardo Soares Bravo

Cristiane dos Santos Souza

Cleverson Modesto

EXPANDINDO FRONTEIRAS: MODOS DE PRODUÇÃO E COLABORAÇÃO

Jennifer Agatha Grace Bittarello Ferrari

Rudolfo Auffinger

Kristy Rafaela Bostelmann

Letícia Merlo

Larissa Merlo

Mylena Francini dos Santos

Maria Eduarda de Souza

Sabine Villatore

Piettra Resende Marques Rebelo

Juliana de Fátima Pereira

Hellen Pamela Frezatti

Denise Bandeira

Leticia Paola Piergentile Vanzin

Jennifer Jacomini de Jesus

Luiz Henrique Pires

Ana Beatriz Picolli Xavier

Andreh Sampaio Anderson

Isabella Botelho Guerzoni e Paiva

CRÍTICA

ENCONTROS CRÍTICOS
DEBATE | CRÍTICA TEATRAL

Convidamos o público a permanecer após a apresentação de espetáculos da Mostra para conversar com os artistas presentes e com os críticos e pesquisadores Francisco Mallmann e Henrique Saidel, do site Bocas Malditas (Curitiba), e Luciana Romagnolli e Soraya Martins, do Horizonte da Cena (Belo Horizonte). Vamos refletir juntos sobre a experiência estética, caminhos do teatro contemporâneo e suas relações com nosso contexto social, cultural e político.

28/03 | Outros | Teatro da Reitoria
30/03 | Cabaré Transperipatético | Teatro do Paiol
01/04 | Isto é um negro? | às 15h no SESC Paço da Liberdade – Sala de Atos
02/04 | Uma frase para minha mãe | Casa Hoffmann
03/04 | Navalha na carne negra | Teatro do SESC da Esquina
03/04 | O Quadro de todos juntos | Teatro José Maria Santos
04/04 | Quando Quebra Queima | Teatro da FAP
04/04 | Fúria | Teatro da Reitoria
06/04 | Tripas | Teatro do Paiol
06/04 | Dezembro | Museu Oscar Niemeyer, Sala de Exposição nº 9
07/04 | Ícaro | Teatro do SESC da Esquina
07/04 | Tráfico | Guairinha

Mediação: Francisco Mallmann, Henrique Saidel, Luciana Romagnolli, Soraya Martins.

CLASSIFICAÇÃO DE ACORDO COM O ESPETÁCULO | 60min | Belo Horizonte-MG / Curitiba-PR | GRATUITO

ESTADO DE CRÍTICA: MICRO SEMINÁRIO – ANTRO POSITIVO
DEBATE | CRÍTICA TEATRAL

01 de abril às 17h na Casa Quatro Ventos

O Estado de Crítica: Micro-seminário de Crítica propõe um encontro reflexivo construído performativamente sobretudo pelo outro. Realizado em local público, em roda, informal, abre espaço para as questões do próprio público, estudante, curiosos e artistas sobre a produção crítica. As inscrições são feitas na hora e cada um falará por 5 minutos. Os não inscritos são convidados a continuar como ouvintes. Reunidas as questões, Ruy Filho, editor da Antro Positivo, passa a refletir sobre os materiais surgidos.

Revista Antro Positivo / Ruy Filho (editor, crítico e mediador) e Patrícia Cividanes (editora, webdesigner e fotógrafa)

Classificação Livre | 120min | São Paulo-SP | GRATUITO


LIVROS

INTRODUÇÃO AO TEATRO COM MONAH DELACY
LIVROS | BATE-PAPO

05 de abril às 15h no Teatro do SESC da Esquina

Com 70 anos de carreira e 90 anos de idade a atriz, diretora e professora de artes cênicas,Monah Delacy, propõe um Encontro/Bate-papo, sobre sua carreira, desafios e persistência os  anseios para novos atores para as arte do palco, dificuldades, talento, vocação, determinação e continuidade…O encontro é aberto a perguntas e ao final promove o lançamento do livro Introdução ao Teatro, em  edição revista e atualizada.Monah expõe, de forma sucinta, a história do teatro e da humanidade em geral, com o objetivo de levar o leitor a conhecer o homem, sua saga e as raízes mais profundas que moldaram a nossa identidade, transformando a obra numa significativa introdução para aqueles que se interessam pela arte dramática.

Introdução ao Teatro / Autor: Monah Delacy / Editora Literar / 2018
Bate-papo: Monah Delacy / Mediação: Cláudio Gomide, Paulo Zanon e convidado

Classificação Livre | 60min  | Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO

LANÇAMENTOS COBOGÓ

Em 2012, foi criada a Coleção Dramaturgia, com textos de dramaturgos da cena teatral brasileira e internacional. São mais de 50 títulos de teatro, entre eles, peças premiadas como Caranguejo Overdrive, de Pedro Kosovski; Por Elise e Mata teu pai, de Grace Passô; BR-Trans, de Silvero Pereira; Conselho de Classe, de Jô Bilac; Não nem nada e Chorume, de Vinicius Calderoni; e Tom na Fazenda, do franco-canadense Michel Marc Bouchard, com tradução de Armando Babaioff. Em 2018, foram lançados mais de dez livros, incluindo autores estreantes como Inez Viana (A última peça) e Gustavo Pinheiro (A Tropa).

O catálogo da Editora Cobogó estará à venda na Livraria do SESC Paço da Liberdade durante todo o evento.

PRETO
LIVROS – MESA REDONDAM

27 de março às 14h na Livraria do SESC Paço da Liberdade.

A fala pública de uma mulher negra é o ponto de partida para apresentar ao público reflexões sobre as possibilidades de interação entre as diferenças e o papel essencial do diálogo sobre assuntos urgentes. Criação da Companhia Brasileira de Teatro, PRETO trata do racismo, do preconceito, da violência, da empatia e da posição da “mulher preta lésbica” como sujeito num mundo dominante branco, masculino e hétero. O texto é de Grace Passô, Marcio Abreu e Nadja Naira, construído durante processo de pesquisa com os atores Cassia Damasceno, Rodrigo Bolzan, Felipe Soares e Renata Sorrah.

Preto / Autores: Grace Passô, Márcio Abreu e Nadja Naira / Editora Cobogó / 2019
Mesa redonda: Márcio Abreu, Nadja Naira, Cassia Damasceno e Felipe Soares

Classificação Livre | 45min  | Curitiba-PR / Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO

CARA DE CAVALO
CARANGUEJO OVERDRIVE
GUANABARA CANIBAL
LIVROS | MESA REDONDA

07 de abril às 15h na Livraria do SESC Paço da Liberdade

Pedro Kosovski é autor e diretor, além de professor de teatro. Nascido no Rio de Janeiro, em 1983, fez sua formação no teatro O Tablado, onde atualmente dá aulas. Em 2005, criou Aquela Cia. de Teatro em parceria com o diretor Marco André Nunes. Por Cara de Cavalo, recebeu o Prêmio Questão de Crítica e, foi indicado ao Prêmio Shell 2012, na categoria Melhor Texto. Por Caranguejo Overdrive, recebeu o prêmio Cesgranrio 2015 de Melhor Texto e os prêmios Shell e APTR 2015, na categoria Autor. Por Guanabara Canibal, recebeu o Prêmio Cenym 2018 na categoria Melhor Direção de Arte. Os três livros foram publicados pela Editora Cobogó e serão lançados durante o Festival de Curitiba.

Cara de Cavalo / Autor: Pedro Kosovski / Editora Cobogó / 2015
Caranguejo Overdrive / Autor: Pedro Kosovski / Editora Cobogó / 2016
Guanabara Canibal / Autor: Pedro Kosovski / Editora Cobogó / 2017
Mesa redonda: Pedro Kosovski e Isabel Diegues

Classificação Livre | 45min | Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO

TEATRO DOS 4 – A CERIMÔNIA DO ADEUS DO TEATRO MODERNO

[LIVROS] [BATE-PAPO]

31 de março às 14h na Livraria do SESC Paço da Liberdade

O livro Teatro dos 4 – A Cerimônia do Adeus do Teatro Moderno, de Daniel Schenker, aborda o período da gestão de Sergio Britto, Paulo Mamede e Mimina Roveda (entre 1978 e 1993), quando a casa abrigou montagens históricas, como Os Veranistas, As Lágrimas Amargas de Petra von Kant e Sábado, Domingo e Segunda, com atores como Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg, Ary Fontoura, Sergio Britto, Renata Sorrah e Yara Amaral. Toda essa história é ilustrada com cerca de 70 fotos dos espetáculos.

Teatro dos 4 – A Cerimônia do Adeus do Teatro Moderno / Autor: Daniel Schenker / Editora 7Letras /

Classificação: Livre | Duração: 60 minutos | Curitiba-PR / Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO


OS ARQUEÓLOGOS

[LIVROS] [MESA REDONDA]

06 de abril às 14h na Livraria do SESC Paço da Liberdade

Dois narradores transmitem –– com linguagem que parodia os jargões de modalidades esportivas como futebol, boxe e automobilismo –– cenas corriqueiras que se passam na praça de uma grande cidade: um pai que ensina ao filho a fotografar com uma câmera analógica, um casal que discute, uma garota que calcula o tempo que cada um leva para desfazer o sorriso depois de se despedir de alguém etc. Dois arqueólogos do futuro avaliam com rigor científico vestígios de uma estranha civilização: a nossa. Os arqueólogos rendeu a Vinicius o Prêmio APCA na categoria de melhor autor.

Os Arqueólogos / Autor: Vinícius Calderoni / Editora Cobogó / 2018

Classificação: Livre | Duração: 45 minutos | Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO


PALESTRAS E CONVERSAS

A SITUAÇÃO (OU: COMO IA DIZENDO)
PALESTRA

29 de março às 18h30 na Casa Quatro Ventos

Em qualquer situação emergem sempre singularidades que dela escapam. Em qualquer situação, interessa ir dizendo, perseverar, persistir. Em qualquer situação, o que pensamos ser novo, já aconteceu. Em qualquer situação, o passado nos dá um mapa que nos ajuda a sair dos trilhos. Em qualquer situação, tem um fazer que a desfaz. Em qualquer situação, redescobrir como viver. Em qualquer situação, pensar juntos a “atual situação.” Nesta fala, nesta situação, no dia 29 de Março, no Paço da Liberdade, proponho repensar junto o que seria uma coreopolítica atual para as artes do corpo, no momento em que estas se tornam alvo privilegiado daqueles que tentam impor o fim da política e o fim da arte, ou seja: o fim do exercício constante da liberdade, como Hanna Arendt definiu política, e o fim do exercício experimental da liberdade, como Mário Pedrosa definiu arte.

Palestrante: André Lepecki

Classificação 14 anos | 90 min | EUA / Brasil | GRATUITO

NA OCASIÃO DE UM ENCONTRO (OU: COMO VAMOS FAZENDO)
ENCONTRO | SEMINÁRIO | CONVERSA

30 de março às 09h30 na Casa Quatro Ventos

Sábado de manhã, café, frutas, um ou outro pão, e um espaço agradável, acolhedor, com janelas. Aí, conversaremos, continuando assuntos derivados da palestra da noite anterior, os desfiando por via do nosso encontro até que a palestra e seus assuntos sejam esquecidos e da conversa coletiva outras palavras, preocupações, conceitos, vontades, imaginações começarem a surgir. Partilhar e trocar ideias, responder e criar questões, estudar e pensar juntos, com todo o tempo da partilha, de forma a privilegiar a promessa de um encontro que busca mais encontro.

Moderador: André Lepecki

Classificação 14 anos | 210min | EUA / Brasil | GRATUITO

BATE-PAPO COM ARIANE MNOUCHKINE (Théâtre Du Soleil)
PALESTRA | DOCUMENTÁRIO

29 de março das 09h às 13h no SESC Paço da Liberdade – Sala Cinepensamento

A proposta do evento é conhecer o trabalho de Ariane Mnouchkine e do Théâtre du Soleil, a companhia de teatro (e cinema) francesa que se mantém em atividade permanente há 55 anos em Paris. Será interessante observar quais são as ferramentas essenciais dos processos de criação da companhia, em relação à dramaturgia, à criação coletiva e à encenação. A exibição do filme irá disparar um Bate-papo com Ariane Mnouchkine sobre sua trajetória e a obra do Théâtre du Soleil, incluindo a sua pesquisa estética, o interculturalismo e o ativismo social em cada projeto da companhia, além do atual espetáculo As Comadres, a primeira incursão da diretora em um projeto fora da sua companhia.

Théâtre du Soleil / Palestrante: Ariane Mnouchkine / Abertura: Julia Carrera / Mediação: Lucia Camargo / Tradução: Tomaz Nogueira da Gama
Exibição do documentário: A Aventura do Théâtre du Soleil / 2009 / 75’ / Direção: Catherine Vilpoux / Língua: Francês / Legenda: Português

Classificação Livre | 4 horas | Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO

DO CONVENTO A SALA DE CONCERTO
A TRAJETÓRIA DAS COMPOSITORAS NA HISTÓRIA DA MÚSICA – COMO ENCONTRAR A SUA VOZ!
PALESTRA | MÚSICA ERUDITA

27 de março às 18h na Capela Santa Maria

A soprano Gabriella Di Laccio (BBC World 100 Women 2018), a pianista Cristina Capparelli e a compositora Catarina Domenici falam sobre o repertório do concerto a ser apresentado, suas experiências pessoais como mulheres no meio musical, a realidade da vida de um artista no exterior e como encontrar a sua voz. Gabriella Di Laccio também introduz o projeto DONNE, criado por ela na Inglaterra em 2018 que tem foco em divulgar e promover a obra de compositoras históricas e contemporâneas.

Musicistas: Gabriella Di Laccio, Cristina Capparelli e Catarina Domenici

Classificação Livre | 60min | Londres-UK / Porto Alegre-RS | GRATUITO

NAVALHA NA CARNE EM PERSPECTIVAS: MODOS PLURAIS DE PENSAR A CENA
MESA REDONDA

04 de abril às 15h no SESC Paço da Liberdade – Sala de Atos

Duas criações de Navalha na Carne, de Plínio Marcos, integram a programação do Festival de Teatro de Curitiba, em 2019. Por isso, em Navalha na carne em perspectivas: modos plurais de pensar a cena, convidamos o público e os criadores para uma conversa a partir desse chamado: as possibilidades de dois trabalhos que articulam uma mesma dramaturgia e o que dela se expande para se pensar modos de ver e estar no mundo.

Mediação: Soraya Martins (Horizonte da Cena) e Francisco Mallmann (Bocas Malditas) / Navalha na Carne Negra: José Fernando Peixoto de Azevedo / Navalha na Carne – Uma Homenagem a Tônia Carrero: Luisa Thiré, Alex Nader e Ranieri Gonzalez

Classificação Livre | 120min | Belo Horizonte-MG / Curitiba-PR / Rio de Janeiro-RJ / São Paulo-SP | GRATUITO

O TEATRO PELOS CURITIBANOS
MESA REDONDA | MOSTRA STAVIS-DAMACENO | 15 anos

03 de abril às 15h na CAIXA Cultural

A influência da cidade no trabalho dos artistas: Ivam Cabral, Guta Stresser, Guilherme Weber, Marcio Abreu, Beto Bruel, Marcos Damaceno, Ana Kfouri entre outros a confirmar. (Evento integrante da Mostra Stavis-Damaceno – 15 anos)

Mediação: Valmir Santos

Classificação Livre | 120min | Curitiba-PR / Rio de Janeiro-RJ / São Paulo-SP | GRATUITO

PALESTRAS DOCUMENTADAS
PALESTRA | BATE-PAPO

29 e 31 de março e 06 e 07 de abril às 15h no SESC Paço da Liberdade – Sala de Atos

Conversas são formas especiais de encontro. Quando com artistas, servem também à ampliação do convívio com suas artes. Por serem Palestras Documentadas, buscam superar as falas sobre espetáculos específicos e aproximar os interesses e inquietações que levam os artistas a criarem. São essas conversas, portanto, encontros únicos, especiais com ideias e visões de mundo. Encontros sobre o como reconhecem o agora, ao tempo em que observam as possibilidades de futuros à arte, cultura, indivíduo, sociedade e a todos nós.

29/03 | Grupo Galpão | Cia Brasileira de Teatro
31/03 | Cia. Os Satyros | SESC Paço da Liberdade – Sala de Atos
06/04 | Lia Rodrigues | SESC Paço da Liberdade – Sala de Atos
07/04 | Sérgio Blanco | SESC Paço da Liberdade – Sala de Atos

Mediação: Ruy Filho / Revista Antro Positivo

Classificação Livre | 120min | São Paulo-SP | GRATUITO


OFICINAS

Para inscrições acesse: festivaldecuritiba.com.br/inscrições ou entre em contato pelo email: interlocuções@festivaldecuritiba.com.br

EXPANDINDO FRONTEIRAS: MODOS DE PRODUÇÃO E COLABORAÇÃO
PRODUÇÃO TEATRAL | OFICINA

03, 04 e 05 de abril das 14h às 18h na Casa Quatro Ventos

A crescente circulação de obras artísticas no mundo globalizado é um fenômeno que se aplica particularmente ao campo das artes performativas, evidenciado pela crescente participação de criações artísticas na programação de diferentes festivais e teatros, no Brasil e no mundo. A oficina pretende analisar os principais aspectos ligados à complexa rede da internacionalização das artes cênicas, discutindo seus principais desafios e abordando os aspectos práticos de capacitação dos profissionais que vislumbram trabalhar no âmbito internacional.

Orientação: Andrea Caruso Saturnino, João Carlos Couto e Ricardo Muniz Fernandes / Brasil Cena Aberta

Classificação Livre | 12 horas | São Paulo-SP | 30 vagas | GRATUITO

OFICINA DE TEATRO PARA CRIANÇAS “CONTE UMA HISTÓRIA”
TEATRO | OFICINA

30 de março das 14h às 16h no SESC Paço da Liberdade – Sala de Aula

Oficina de iniciação teatral para o público infantil, desperta habilidades através de atividades teatrais como expressão corporal e verbal, imaginação, criatividade, observação, a percepção e relacionamento social. A sensibilidade do olhar, sentir e expressar nas artes dramáticas. Ao final da oficina os alunos poderão apresentar o resultado da oficina “Conte uma história”  para o público local do espaço hall do Sesc Paço da Liberdade.

Orientação: Maria Luiza Gomes

Classificação 9 a 12 anos | 120min | Curitiba-PR | 15 vagas | GRATUITO

TREINAMENTO PARA ATORES
TEATRO | OFICINA

30 e 31 de março das 14h às 18h no Grupo Obragem de Teatro

A atriz e diretora Fabianna de Mello e Souza propõe um encontro para atores, estudantes de teatro e diretores a partir da experiência da atriz nos processos coletivos do Théâtre Du Solei, onde trabalhou por quase 10 anos. O redimensionamento do papel do ator no processo de criação e na vida de trupe. O estudo da cena e os princípios de transposição que regem as improvisações. Nesta oficina serão introduzidas técnicas de coro e corifeu para criação da cena e construção do personagem. Também haverá a exposição de trechos de vídeos de ensaios do Thèâtre du Soleil dos espetáculos que a atriz participou.

Cia dos Bondrés / Orientação: Fabianna de Mello e Souza

Classificação 18 anos | 8 horas | Rio de Janeiro-RJ | 20 vagas | GRATUITO

WORKSHOP COM LIA RODRIGUES
DANÇA | OFICINA

05 de abril das 9h às 12h na Casa Hoffmann

A ideia deste workshop é criar um espaço para a troca de ideias e experiências entre artistas. O processo permitirá que os participantes descubram novas ferramentas de trabalho como disparadores criativos, dentro dos procedimentos de Lia Rodrigues. A dança nesse contexto será explorada como forma de produção de conhecimento, de modo que a prática alimentará a investigação.

Orientação: Lia Rodrigues

Classificação 18 | 180min | Rio de Janeiro-RJ | 20 vagas | GRATUITO


RESIDÊNCIA CIASENHAS COM ELEONORA FABIÃO

PARTILHA DE ARQUIVOS – uma das atividades da Residência CiaSenhas durante o Festival de Curitiba
ENCONTROS | PROCESSOS CRIATIVOS

29 e 30 de março das 14h30 às 17h30 na Casa Hoffmann

“Partilha de Arquivos” é uma ação entre artistas interessadas/os em somar e multiplicar. As/os participantes trazem para o encontro um arquivo portátil de referências que consideram inspiradoras e, por isso, precisam ser compartilhadas. Em telefones, pendrives, cadernos, bolsas, trazem imagens, narrativas, fragmentos de trabalhos de artistas, ativistas, pensadoras/es. Nossas fontes de inspiração, referências queridas, são o motivo e o meio deste encontro em duas tardes. No 1º dia: Cia. e Eleonora Fabião apresentam arquivos. No 2º dia: todas/os trazemos nossas matérias.

8 integrantes da Cia. Senhas + 8 artistas selecionados via inscrição + Eleonora Fabião

Classificação 16 anos | 6 horas | Curitiba-PR / Rio de Janeiro-RJ | 8 vagas | GRATUITO

CONVERSA COM CIASENHAS – uma das atividades da Residência CiaSenhas durante o Festival de Curitiba
CONVERSA | PROCESSOS CRIATIVOS

31 de março às 10h na Casa Hoffmann

Esta conversa com a Cia. evocará a trajetória de 20 anos da Companhia. Ela é sobre o trabalho, sobre nós e sobre cada um da Senhas. Sobre memórias de situações, acontecimentos, criações e experiências. Nesta conversa, que conta com você espectador/a, também com seus depoimentos, queremos olhar o tempo de frente. Trata-se de um exercício público de autoreflexão conjunta mediado por Eleonora Fabião.

Mediação: Eleonora Fabião / CiaSenhas de Teatro: Anne Celli, Ary Giordani, Ciliane Vendruscolo, Cinthia Kunifas, Greice Barros, Luiz Bertazzo, Marcia Moraes, Rafael di Lari e Sueli Araujo.

Classificação Livre | 120min | Curitiba-PR / Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO


TEMPORADA DE PERFORMANCE 2019 – II ENCONTRO INTERNACIONAL DE PERFORMANCE – O CORPO COMO ARQUIVO

A Temporada de Performance joga luz sobre o campo das práticas contemporâneas que extrapolam a noção de objeto por serem pensadas com premissas que são próprias da ação. Se a performance é a arte da presença, qual o lugar das narrativas sobre uma performance à partir de seus registros em imagens? O programa, que reúne as galerias Farol Arte e Ação, a Galeria Ponto de Fuga, a Boiler Galeria e a Plataforma Flex PF inclui uma mostra de performance, uma oficina com práticas de performance e de registro, conversas e uma exposição.

Realização: Galeria Farol Arte e Ação / Argumento e Curadoria – Margit Leisner / Parceria: Galeria Ponto de Fuga , Boiler Galeria, Plataforma Flex PF

CONVERSAS

EX MISS FEBEM, ETC. – PORTFOLIO EXTRAVAGANZA POR ALETA VALENTE
PALESTRA

04 de abril às 17h na Boiler Galeria

Aleta Valente é artista visual de Bangu, Rio de Janeiro. A sua prática é relacionada à @ex_miss_febem, personagem que ganha vida nas redes sociais. Aleta irá conversar sobre a sua prática, que engloba a publicação de uma vasta coleção de imagens em vídeo e fotografia. Ao desnudar horizontes da imagética cotidiana raramente vista, Aleta nos dá acesso à sua navegação desbravadora. Atualmente, é possível acompanhar as publicações de Aleta no Instagram pelo perfil @ex_miss_febem2.

Artista: Aleta Valente

Classificação 18 anos | 120min | Rio de Janeiro – RJ | GRATUITO

PEQUENOS ACIDENTES & SINAIS DE TERROR – PORTFOLIO EXTRAVAGANZA POR FABIO NORONHA
PALESTRA

05 de abril às 17h na Plataforma Flex – PF

A conversa compreende alguns casos presenciados pelos artista em que a censura rondou sua produção; alguns questionamentos sobre a “censura consentida” pelos usuários das redes sociais; e, mais especificamente, colocar em pauta alguns mecanismos de verificação do campo da arte. Assuntos como medição dos aparelhos pela computação das redes telemáticas; disrupção de formas de aquisição/distribuição de informação causada por tecnologias como o compartilhamento Peer-to-Peer (P2P), a apropriação de conteúdos com seus deslocamentos de territórios e densidades culturais distintas também serão abordados na palestra.

Artista: Fabio Noronha

Classificação 18 anos | 150 min | Curitiba-PR | GRATUITO

PERFORMANCE E PRODUÇÃO DE MEMÓRIA SOBRE A PERFORMANCE ARTE – PORTFOLIO EXTRAVAGANZA POR ALEXANDER DEL RE E PAULO REIS
PALESTRA

O6 de abril às 17h na  Plataforma Flex – PF

Se a performance é a arte da presença, qual o lugar da narrativa sobre uma performance à partir de seus registros? Esse tem sido um dos paradigmas que atravessam o campo das práticas conhecidas como live art ou arte viva. Qual a diferença crucial entre uma vídeo-performance e o registro em vídeo de uma performance realizada? A produção de memória que se perpetua para além das imagens vividas em uma performance é um dos assuntos a serem elaborados nesta conversa.

Palestrantes: Alexander Del Re (performer e organizador do Festival Perfolink, Chile) e Paulo Reis (historiador e curador)

Classificação 18 anos | 180min | Chile / Curitiba-PR | GRATUITO

EXPOSIÇÃO

RASTRO – NÃO SEI POR ONDE IR MAS O MEU CORPO SABE
EXPOSIÇÃO

25 de março a 13 de abril, aberto de terça a sábado das 14h às 20h30 na Galeria Ponto de Fuga

A exposição com curadoria de Margit Leisner e Erica Storer é construída com base em registros de performances. Fotografias, vídeos, textos, publicações e relíquias que formalizam a ação de onde surge a imagem. Mais do que apresentar registros para um recorte temporal ou histórico da performance arte, o que se pretende é apresentar imagens do corpo no contexto da ação. Em que medida é possível uma equivalência: entre uma performance realizada e a imagem propagada para além daquele instante? Fotógrafos, artistas, críticos de artes e o público são todos protagonistas das narrativas que servem de referência para uma história da performance. A exposição oferece pistas e possibilidades de enquadramento da live art para além do tempo presente.

Curadoria: Margit Leisner e Erica Storer / Realização: Farol Arte e Ação / Apoio: Galeria Ponto de Fuga

Classificação Livre | PERMANENTE | Curitiba-PR | GRATUITO

MOSTRA DE PERFORMANCE – O CORPO COMO ARQUIVO

A Mostra de Performance – O Corpo como Arquivo, reúne seis artistas visuais de diferentes gerações que atuam em diversas redes ao redor do mundo. Tendo em comum o fato de que desde os seus primórdios a gestão do campo da performance se dá em redes e à partir das demandas e iniciativas dos próprios artistas, esta mostra apresenta seis posicionamentos em relação à este campo. Um dos pressupostos desta plataforma é o sentido que cada um dos trabalhos ganha estando em vizinhança com outros.

COSMIC BLURRING BALLS
PERFORMANCE

02 de abril às 16h na Galeria Ponto de Fuga

Esta performance nasce de um exercício quântico da busca interior de potência poética. A busca em seu processo reside na essência do ser que através da presença deseja a consciência de que toda a materialidade visível são também energias manifestas. Neste processo de investigaação a escuta e auto-observação são sentidos canalizados para uma conexão com o espaço e o tempo. Os sentidos conectam e canalizam, buscam e encontram, expandem-se e se retraem…quicam. Manifestam sua existência entre a ausência e presença. Como se os corpos pudessem ser apenas “corpos celestes” em suas jornadas cósmicas.

Artistas: Adriana Tabalipa

Classificação 18 anos | aproximadamente 30min | Rio de Janeiro-RJ | GRATUITO

ENQUANTO É TEMPO
PERFORMANCE

02 de abril às 17h na Galeria Ponto de Fuga

A performance retrata um presente distópico, de uma época envolvida por desgastes políticos e sociais. Enquanto é tempo, busca através da força física a imagem do corpo que arca com peso de um passado que volta à tona.

Artista: Erica Storer

18 | aproximadamente 30 | Curitiba-PR | GRATUITO

CÉU DA BOCA
PERFORMANCE

02 de abril às 18h na Galeria Ponto de Fuga

O mito é o sujeito central que dá significação a um ritual e cria narrativas para arquétipos. Como e por que esses topoi heroicos são traduzidos em trabalhos de performance? O pensamento de uma arte contemplativa é subtraído de um confronto que exige a investigação por parte do espectador de acordo com os códigos e referências de sua própria cultura. Através de abordagens imersivas dentro de contextos culturais e antropológicos, o artista é motivado por questões como legado e tradição, e de como a arte pode ser um conservatório e transmissor desses agentes.

Artista: Eduardo Amato

Classificação 18 anos | aproximadamente 30min | Curitiba-PR | GRATUITO

FORÇA ESTRANHA
PERFORMANCE

03 de abril às 16h na Galeria Ponto de Fuga

As performances de Margit partem de uma pré-figuração (imagem) para se realizarem como presente. Em seus trabalhos ela utiliza materiais do cotidiano para revelar imagens conhecidas porém pouco vistas. Ao estabelecer relações de não- hierarquia com a realidade material o corpo de Margit se desprende de uma identidade fixa para se definir, através da ação, com um corpo entre outros corpos no aqui e no agora. Força Estranha é um trabalho inédito da artista portanto não existe senão como potência no tempo. E é dessa potência que surgem as imagens que serão vistas pelo espectador.

Artista: Margit Leisner

Classificação 18 anos | aproximadamente 30min | Curitiba-PR | GRATUITO

PERFORMANCE/NÃO PERFORMANCE
PERFORMANCE

03 de abril às 17h na Galeria Ponto de Fuga

A performance é a Parte 2 da série #WhatIsPerformanceArt e irá buscar dois estados: Performance e não-performance. No estado de performance uma câmera será utilizada para registrar e mostrar ao vivo o que o próprio artista verá durante as suas ações. Na não-performance o registro prévio será exibido para amplificar a natureza dupla da performance explorada pela existência de uma performance através do seu desaparecimento automático.

Artista: Alexander Del Re

Classificação 18 anos | aproximadamente 30min | Chile | GRATUITO

UM RIM DIREITO
PERFORMANCE

03 de abril às 18h na Galeria Ponto de Fuga

Última performance criada por Fernando Ribeiro, explora algo novo em seu percurso artístico: tratar de uma questão autobiográfica. Esta performance foi apresentada no ZAZ Festival em Israel, em dezembro de 2018.

Artista: Fernando Ribeiro

Classificação 18 anos | aproximadamente 30min | Curitiba-PR | GRATUITO

OFICINA PERMANENTE – COMO FALAR SOBRE PERFORMANCE?
OFICINA | PERFORMANCE

28, 29 e 30 de março e 2 de abril das 10h às 17h na Plataforma Flex – PF

A Oficina Permanente: Como falar sobre Performance? é uma plataforma contínua para estudos da ação. O programa tem caráter prático e neste módulo inaugura abordagens sobre o ato de registro de performances, estabelecendo a base de simultaneidades que é própria de cada prática, a da performance e a do ato do seu registro. Assim sendo, os participantes da oficina de registro de performance participam também do laboratório de práticas de performance que é de onde surge o vocabulário que será articulado ao longo do trabalho.

Coordenação: Margit Leisner / Orientadores: Margit Leisner e Alexander Del Re (Chile)

Classificação 18 anos | 20 horas | Curitiba-PR | 10 vagas | GRATUITO


VISITE O PAÇO DA LIBERDADE
VISITA GUIADA | PATRIMÔNIO HISTÓRICO

28 e 29 de março e 02 a 05 de abril às 10h no SESC Paço da Liberdade

Visita guiada ao Paço da Liberdade conhecendo sua história, importância patrimonial, cultural e curiosidades sobre um dos prédios mais importante da cidade de Curitiba.

Orientação: Maria Luiza Gomes

Classificação Livre | 150min | Curitiba-PR | 20 vagas | GRATUITO