festival-curitiba1x
start date 27/03/1998
map icon Curitiba-PR

1998

1998

1998

Em 1998 era criado o Fringe, mostra paralela a programação oficial do Festival de Teatro de Curitiba. Vislumbrando abraçar as demais companhias e artistas que almejavam mostrar seu trabalho ao público, este braço do festival abriu as portas para 29 peças, entre elas a aclamada “Killer Disney”, dirigida por Marcelo Marchioro,  com Ivan Cabral, Andressa Medeiros, Marcelo Munhoz e Davi Scorzato. Produzida pelo Grupo Resistência de Teatro e Os Satyros, esta foi a primeira montagem brasileira de um texto de  Philip Ridley. “Peep – Através dos Olhos de um Serial Killer”, com direção de Paulo Biscaia também agradou  com o elenco formado por Álvaro Sena, Mariana Zanette, Maria Luciana, Leandro Daniel e Daniele do Rosário. O espetáculo solo “Cartas para não Mandar” anunciava o grande talento do ator Guilherme Weber e do diretor Felipe Hirsch. “Um Artista da Fome”, encenada por Fernando Kinas, fez sua estreia nacional apresentada para 40 pessoas no fosso do Teatro Guaíra.

Desta vez, chegando perto de 30 espetáculos, a Mostra Oficial foi aberta com o aclamado espetáculo internacional “Needles and Opium”, de Robert Lepage. “Divinas Palavras”, revelou o talento  de Nehle Frank, sucesso de público e crítica. As peças “Tio Vânia”, “Caliban”, “Diário de um Louco” e “Oscar Wilde” tiveram ingressos esgotados. Outras atrações bem recebidas vale mencionar “Diário de Um Louco”, estrelado por Diogo Vilela e dirigido por Marcus Alvisi, “Desobediência Civil” de Denise Stoklos, “Decadência”, dirigida por Antonio Abujamra, com participação de Christiana Guinle e Guilherme Leme, “O caderno Rosa de Lory Lamby”, com texto de Hilda Hilst e direção de Bete Coelho, entre tantas outras peças.

Curiosidades

“Killer Disney”, encenada por Marcelo Marchioro foi premiada como melhor peça de 1997 pelo Troféu Gralha Azul e levou ainda os troféus de melhor ator para Ivam Cabral, direção para Marcelo Marchioro e revelação para Cristine Conde pelo cenário e figurino.

A diretora do Instituto Cultural Brasil-Venezuela da época visitou Curitiba à procura de espetáculos.

“Urfaust”, de Ivam Cabral, única peça curitibana da sétima edição do FTC.

Os canais 20 da NET e Multishow fizeram a cobertura televisiva do festival, trazendo boletins diários sobre o que acontecia na sétima edição.

Estreias

14 estreias nacionais. Destaque para “ÉONOÉ”, com direção de Francisco Medeiros, com Domingos Montagner, Pia Fraus Teatro/ “Cartas para não Mandar”, direção de Felipe Hirsch, espetáculo solo de Guilherme Weber./Estreia “Ita- Sonado”, escrita e dirigida por Diógenes Feliciano/ “Os Náufragos da Rua Castela”, direção de Alexandre Brasil/ “Um Artista da Fome”, dirigido por Fernando Kinas. 

Espetáculo Internacional

“Needles and Opium”, de Robert Lepage.

Mostra principal

21 peças:

  • “Arlequino Servidor de Dois Patrões”, direção de Luiz Henrique Palese, Cia Teatrodi Stravaganza 
  • “Needles and Opium”, de Robert Lepage
  • “Orgulho”, direção de Carla Candiotto
  • “ppp@WLLMSHKSPR.br”, direção de Emílio di Biasi
  • “ÉONOÉ”, direção de Francisco Medeiros, com Domingos Montagner, Pia Fraus Teatro
  • “O Homem é o Homem”, direção de Alexandre Stockler
  • “Decadência”, direção de Antonio Abujamra, com Christiana Guinle e Guilherme Leme
  • “Divinas Palavras”, direção de Nehle Franke
  • “Dama da Noite”, direção de Gilberto Gawronski e Hélio Dias
  • “Diário de Um Louco”, direção Marcus Alvisi, com Diogo Vilela
  • “Ivanov”, direção de Eduardo Tolentino de Araújo, com Zé Carlos Machado e elenco, Grupo Tapa
  • “Desobediência Civil”, direção e atuação de Denise Stoklos
  • “Maligno Baal, o Associal”, concepção e encenação de Márcio Aurélio, Cia. Razões Inversas
  • “Oscar Wilde”, direção de Vivien Buckup, com Elias Andreato
  • “Santas Joana dos Matadouros”, direção de Sérgio de Carvalho e Márcio Marciano, Cia. do Latão
  • “Urfaust”, adaptação do texto de Göethe por Ivam Cabral, direção de Rodolfo Garcia Vázquez, com Os Sátyros
  • “Ela”, direção de Zé Celso Martinez Corrêa, Teatro Oficina Uzina Uzona
  • “Tio Vânia”, direção de Élcio Nogueira, Cia.Teatro Promíscuo
  • “Sob o Sol em Meu Leito Após a Água”, direção de Paulo de Moraes, Armazém Companhia de Teatro
  • “Caliban”, direção de Eduardo Bonito, com Marcos Azevedo
  • “Auto da Compadecida”, direção de Antonio Abujamra e João Fonseca, Cia. Fodidos e Privilegiados.

Fringe

Criação do Fringe com 29 peças: “Killer Disney”, produção de Os Satyros e  Grupo Resistência de Teatro, com texto Philip Ridley, direção de Marcelo Marchioro, com Ivan Cabral, Andressa Medeiros, Marcelo Munhoz e Davi Scorzato/ “Peep – Através dos Olhos de um Serial Killer”, direção de Paulo Biscaia, offs de Gerald Thomas, com Álvaro Sena, Mariana Zanette, Maria Luciana, Leandro Daniel e Daniele do Rosário/ “Cartas para não Mandar”, direção de Felipe Hirsch, espetáculo solo de Guilherme Weber/ “O Processo”, texto de Kafka, direção de Beto Meira, com Marcelo Munhoz, Enéas Lour, Tupaceretan Matheus, Ênio Carvalho, Fábio Silvestre, Marly Gott, Guta Borges e Bia Franzzolin/ “Coração Dilapidado”, coreografado por Ana Figueiredo/ “Orgulho”, direção de Carla Candiotto, com o ator-acrobata Rodrigo Matheus/ “O Moço”, Grupo Tapa/ “O Vampiro e a Polaquinha”, direção Ademar Guerra/ “Paixão de Cachorra”/ “Ita- Sonado”, escrita e dirigida por Diógenes Feliciano/ “Aonde Está Você Agora”, estrelada por Jonas Torres e Marcelo Serrado/ Estreia nacional de “Os Náufragos da Rua Castela”, direção de Alexandre Brasil/ “Só In Cena”, com direção de Eduardo Wotzik, produção de Cristiana Oliveira e concepção visual de Miguel Paiva/ “Um Artista da Fome”, dirigido por Fernando Kinas/ “Cara Metade” com direção de Chico Penafiel/ “Dois? Somente Um!” com direção de Pedro Pires/ “Solte o Boi na Rua” com direção de Ailton Silva Caru e “Tartufo” direção de José Rubens Siqueira.

Debates/ Mesas redondas

“Incentivos Culturais” com o Secretário de Incentivo do Ministério da Cultura José Álvaro Moisés e Erik Nepomuceno/ “Os Centenários”- Uma visão da obra de grandes dramaturgos que estariam completando 100 anos: Brecht, Lorca e Tchekov com Fernando Kinas, Clara Góes e Ivone Hoffman/ “Televisão x Teatro”- Uma abordagem inusitada sobre as diferenças e semelhanças nas linguagens de televisão e teatro, com João Falcão e Flávio de Souza./ Série de depoimentos “Teatro do Brasil” trouxe o dramaturgo Flávio de Souza.

Exposições

“Dina Sfat”, de Antônio Gilberto/ “Cartazes de Teatro”, de Carú/ “Programas de Teatro”, de Lúcia Serroni.
Festa na no Casarão da rua Trajano Reis com exposições da fotógrafa Kátia Michele e do artista plástico Fabrício Vaz.

Performances

Leitura dramática de “Dramática”, texto de Plínio Marcos, direção de Diogo Vilela, apresentado pelas atrizes Cristina Pereira e Louise Cardoso/ “Arte Oculta”, direção de Elias Andreato, com Cristina Mutarelli e Carlinhos Moreno/ “Areia e Mar”, dança e artes plásticas com Andréa Jabor.

Lançamentos de livros

Manhã de autógrafos com alguns dos autores mais comentados da cena literária brasileira da época, como Rosa Magalhães, Clóvis Levi, Oswaldo Mendes, Vic Militello, Paulo Lima, Rafael Greca, Lélia Abramo, Dias Gomes, Jorge Salomão, Toni Belotto e outros.

Oficinas

“Oficina de Comédia II-A Missão”, com Cristina Mutarelli/ “Companhia de Dança”, com Chamecki Lerner.

Espetáculos infantis

Estreia do espetáculo infantil “Seroc – Um Mundo de Cara Nova”, com direção de Maurício Vogue, baseado no texto de Enéas Lour, iluminação de Beto Bruel e Felipe Hirsch, trabalho de corpo da coreógrafa Carmen Jorge e figurino de Fernando Marés.

 Depoimentos “O Teatro no Brasil”

Registro de grandes nomes do teatro brasileiro em depoimentos sobre suas carreiras e a cena teatral no país: Tônia Carreiro, Ary Fontoura, Aracy Balabanian, Beatriz Segall, Paulo Betti, Renato Borghi, José Celso Martinez Corrêa e Sábato Magaldi.

 

1998 A Arte Oculta Ator Carlos Moreno
1998 A Arte Oculta Ator Carlos Moreno
1998 Oscar Wilde Ator Elias Andreato
1998 Oscar Wilde Ator Elias Andreato
1998 Atriz Camila Pitanga
1998 Atriz Camila Pitanga
1998 Divinas Palavras Atrizes Katia Leal e Andrea Elia
1998 Divinas Palavras Atrizes Katia Leal e Andrea Elia
1998 Dama da Noite Ator Gilberto Gawronski
1998 Dama da Noite Ator Gilberto Gawronski
1998 Tio Vânia Atores Leona Cavalli e Renato Borghi
1998 Tio Vânia Atores Leona Cavalli e Renato Borghi
1998 Tio Vânia Atores Mariana Lima,Renato Borghi, e Luciano Chirolli
1998 Tio Vânia Atores Mariana Lima,Renato Borghi, e Luciano Chirolli
1998 Tio Vânia Atores Mariana Lima,Renato Borghi, e Luciano Chirolli
1998 Tio Vânia Atores Mariana Lima,Renato Borghi, e Luciano Chirolli
1998 Tio Vânia Atores Mariana Lima,Renato Borghi, e Luciano Chirolli
1998 Tio Vânia Atores Mariana Lima,Renato Borghi, e Luciano Chirolli
Tio Vânia Atores Mariana Lima e Luciano Chirolli
Tio Vânia Atores Mariana Lima e Luciano Chirolli
1998 Tônia Carrero
1998 Tônia Carrero
1998 Tio Vânia Atores Renato Borghi, Leona Cavalli e Mariana Lima
1998 Tio Vânia Atores Renato Borghi, Leona Cavalli e Mariana Lima

Executive XpeedStudio LLC

Sr. Engineer XpeedStudio LLC

Product Lead XpeedStudio LLC

Compartilhe nas redes sociais

  • Data: 27/03/1998
  • Local: Curitiba-PR
Entre os dias 29 de março e 10 de abril, você tem um encontro com a arte, os palcos, a vida!

Menu

Entre os dias 29 de março e 10 de abril, você tem um encontro com a arte, os palcos, a vida!