festival-curitiba1x
start date 29/03/2002
map icon Curitiba

2002

2002

2002

A 11ª edição ofereceu ao público do Festival de Teatro de Curitiba 156 opções de peças. Entre as apresentações que ganharam atenção estavam “Novas Diretrizes em Tempos de Paz”, com Dan Stulbach e Tony Ramos, bem como “Mãe Coragem e Seus Filhos”, com Maria Alice Vergueiro. Outra atração de destaque foi “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, de José Possi Neto, com a atuação dos atores Paulo Goulart, Walderez de Barros, Celso Frateschi e Maria Fernanda Cândido.

Mas o que deu mesmo o que falar foi o desafiador trabalho de Rocio Infante e Sérgio Albach em espetáculo com duração de 5 horas, apresentado em episódios com cenas em sequência.

Em 2002 a programação contou com o Projeto Devassos na Dramaturgia – Ciclo de Leitura Dramática de Gay Plays, seguido da performance “Nas Cinzas das Horas”, com apoio do Grupo Dignidade e debate mediado por João Silvério Trevisan.

Teve Festa do Grupo Mundaréu com apresentação de espetáculos e malhação do Judas no sábado de Aleluia. O FTC recebeu o Projeto Narrando Dalton Trevisan que homenageou o escritor paranaense com evento teatral, oficina e radiodifusão dos contos de Dalton.

Também foi realizado o Projeto Formando Plateias – Espaço Criança com  apresentação do espetáculo de Teatro de Bonecos do Dr. Botica seguido de mini-oficinas e apresentação do Palhaço Bicudo com Sérgio Bustamante.

O público colaborou com o Teatro Solidário, que apresentou a peça “Romeu e Julieta”, dirigida por Paula Giannini em troca de 1 kg de alimento. A curadoria foi composta por Lúcia Camargo, Victor Aronis, Maksen Luís e Alberto Guzik.

Mãe Coragem e seus Filhos Atores Maria Alice Vergueiro, Marcia Martins, Jiddú Pinheiro e Rubens Caribé
Meu Destino é Pecar Atores Enrique Diaz e Gilberto Gawronski
Novas Diretrizes para um Tempo de Paz
Novas Diretrizes para um Tempo de Paz Atores Dan Stulbach e Tony Ramos

Espetáculo de abertura

“Sonho de Uma Noite de Verão”, Cia de Dança de Minas Gerais/ Fundação Clóvis Salgado, com direção de Gabriel Villela.

Estreias nacionais

42 

Espetáculo internacional

“O Discurso aos Animais”, projeto Teatro Francês.

Espetáculos mostra

18

  • “Linguiça no Campo”, Cia Portátil, direção de Rafael Camargo, com Anderson Fregolente, Maureen Miranda, Rodrigo Ferrarini, Juliane Engelhardt, Adriano Petermann, Fabiula Nascimento, Alan Raffa, Jussara Batista e Alexandre Nero
  • “Almoço na Casa do Sr. Ludwing”, Direção de Luciano Alabarse
  • “Um Bonde Chamado Desejo”, direção Cibele Forjaz, com Leona Cavalli e Milhem Cortaz
  • “Churchi Blues”, direção Antônio Cadengue, com Cia Teatro Seraphim
  • “Auto dos Bons Tratos”, direção de Márcio Marciano e Sérgio Carvalho
  • “O Conto da Ilha Desconhecida”, direção de Fátima Ortiz
  • “Discurso aos Animais”
  • “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, direção de José Possi Neto, com Paulo Goulart, Maria Fernanda Cândido e outros
  • “A Farsa do Monumento”, direção de Heitor Goldflus
  • “Mãe Coragem e Seus Filhos”, direção Sérgio Ferrara
  • “Meu Destino é Pecar”, direção de Gilberto Gawronski
  • “Nora”, direção de Tonio Carvalho
  • “Novas Diretrizes em Tempo de Paz”, direção de Ariela Goldmann, com Dan Stulbach e Paschoal da Conceição
  • “A Saga de Canudos”,direção e interpretação Tribo dos Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz
  • “Só Mais Um Instante”, direção de Elias Andreato
  • “Sonho de uma Noite de Verão (Fragmentos Amorosos)”, direção de Gabriel Villela, com cia de Dança de Minas/ Fundação Clóvis Salgado
  • “Ó Nós Na Fita Moderna”, direção Elias Andreato
  • “Viver!”, direção Moacir Chaves.

Fringe

136 (divergência 133): As peças que tratam do universo gay se distribuem pela programação e contam com textos, entre outros, de curitibanos (“As Richas”) e cariocas (“Baladas de Oscar Willde”). Os paulistas, aliás, compareceram ao Fringe com a maior quantidade de espetáculos, 49 ao todo. Em seguida estiveram os curitibanos com 43. A mostra também contou com uruguaios, argentinos e a montagem “Madame Camille: Escuela de Danza”, de Los Angeles (EUA), além de duas atrações de dança de São Paulo e do Distrito Federal.

Lançamento de livros

Catálogo Projeto 50 Anos de Paixão/Lançamento 500 Vozes, de Zeca Corrêa com recital/ Piá em Cena, Beto Lanza/Tarcisio Pereira, Carlos Eduardo Silva, Marcos Barbosa e Edson Bueno lançam seus textos.

Exposições

Exposição fotográfica 50 Anos de Paixão/ Exposição de fotografia no MIS: Fotografia de Teatro Paranaense, Frederico Medeiros.

Oficinas e cursos

16 Oficinas: Interpretação para o Ator Narrador, ministrante Nara Keiserman (RJ)/ Iluminação, ministrante Jamile Tormann Derze (DF)/ AnimAção – Uma Oficina de Teatro de Bonecos, ministrante Itaércio Rocha (PR)/ Oficina do Boi, ministrante Grupo Mundaréu (PR)/ Oficina Montagem de Dança Butoh, ministrante João Roberto de Souza (SP)/ Laboratório Experimental da Voz (RJ)/ Contar e Encantar – A Arte da Narrativa, ministrante Cléo Busatto (PR)/ Fotografia para Teatro, ministrante Frederico Medeiros (PR)/ Interpretação, Corpo e Voz – Kafka na Cena Teatral, ministrante Marília Martins (RJ)/ Teatro para a Terceira Idade, ministrante Marília Martins (RJ)/ Narrando Dalton Trevisan, ministrante Jul Leardini e Lalá Scremin (PR)/ Nara Heemann (PR)/ Teatro/ Aprofundamento das Emoções, ministrante Rubens Lima Júnior (RJ)/ A Linguagem da Encenação Teatral, ministrante Zeca Bittencourt (RJ)/ Experimento Sonoro Vivencial, ministrante Ary Giordani (PR) e A Formação do Arte-Educador Através da Criação Verbal, ministrante Rubens Lima Júnior (RJ).

Palestra

Sociedade Paranaense Teatro de Bolso, por Selma Suely Teixeira/ O Teatro do Estudante do Paraná por Selma Suely Teixeira/ O Teatro do Adulto do Sesi e A Escola de Arte Dramática do Sesi, por Suely Teixeira com depoimentos de Lala Schneider, Aluízio Cherobim, Ruth Santos e Ulisses Iarochinski.

Cinema

Ciclo Cinema de Ator – Exibição de filmes do diretor Joel Pizzini e como convidado especial o filme Pintor de Almas dirigido por Berenice Mendes, seguido de debate mediado por Jefferson Del Rio/ Ciclo Intérpretes Exemplares do Teatro Brasileiro, exibindo entrevistas de uma hora com Othon Bastos, Fernanda Torres, Juca de Oliveira, Sônia Braga e Hector Babenco seguido de debate com plateia mediado por Jefferson Del Rio/ Ciclo de Vídeos de Teatro no MIS: um compilado de gravações de grandes sucessos dos palcos mundiais: Toda Nudez Será Castigada; Uma Rua Chamada Pecado; As Bruxas de Salem, Tio Vânia e Ricardo III.


Performances

Projeto Devassos na Dramaturgia – Ciclo de Leitura Dramática de Gay Plays, seguido de Performance “Nas Cinzas das Horas”, com apoio do Grupo Dignidade e debate mediado por João Silvério Trevisan.

Feira de Arte

Teatro de Bonecos Dr. Botica; Design Gráfico – Foca; Glaucia Severo – Escritório de Arte; Caixa de Criação Lausac e Instalação; Mundaréu – exposição de bonecos e adereços; João Batista – exposição de móveis cenográficos; Fred Teodoro – Os Retratistas; Solar do Rosário – produtos do Festival e outros produtos de arte; Família Horn – diversos produtos de arte; SESC; Livraria do Eleotério – Leia.O Livro Liberta; Iara Siviero-conbase; Uniarte; Fran’s Café

Executive XpeedStudio LLC

Sr. Engineer XpeedStudio LLC

Product Lead XpeedStudio LLC

Compartilhe nas redes sociais

  • Data: 29/03/2002
  • Local: Curitiba
Entre os dias 29 de março e 10 de abril, você tem um encontro com a arte, os palcos, a vida!

Menu

Entre os dias 29 de março e 10 de abril, você tem um encontro com a arte, os palcos, a vida!