festival-curitiba1x
A cultura como aliada da economia e com preocupação social

Contação de histórias em escola municipal no Guritiba. 

O Festival de Curitiba é o maior evento anual de artes na cidade, mas seus resultados vão muito além dos aspectos culturais. Fomentador de toda uma cadeia da economia criativa, ele também gera empregos, renda e movimenta setores como o turismo, trazendo maior ocupação de hotéis, restaurantes, bares e meios de transporte, e ainda deixa um legado social com programas de inclusão de minorias e doações a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Uma estimativa da organização do veneto aponta que mais de 500 pessoas trabalham diretamente no festival. Outras mil pessoas são contratadas em trabalhos indiretos. Isso só paraa realização dos eventos ligados à programação. Mas a vinda das companhias, dos artistas e de público de fora, acabam movimentando uma cadeira bem maior.

Aí entram os meios de hospedagem e os serviços de transporte, por exemplo. Além disso, quem vem a Curitiba para o festival frequenta bares e restaurantes, consome nas lojas locais, faz passeios, utiliza meios de transporte. Durante dez dias, há uma demanda maior em todas essas áreas.

 

Legado social

Além de fomentar emprego e renda, o festival tem em toda a sua concepção uma preocupação social. Desde o começo, procura ser um evento abrangente, que contempla a diversidade e busca a inclusão de todos. Questões raciais, identitárias, de gênero sempre estiveram presentes, tanto na programação cultural, quanto nos debates e na organização do evento.

Peças encenadas em espaço que abriga moradores de rua, vagas de empregos para a pessoas trans, espetáculos com elenco de refugiados são alguns exemplos dessa preocupação da organização do festival com a diversidade e a inclusão. Mas não é só isso.

O Gastronomix, evento paralelo de gastronomia, todos os anos faz doação de alimentos. O Guritiba leva a cultura para crianças que normalmente não teriam acesso a ela. Assim como os espetáculos de rua, gratuitos, trazem um sopro de arte aos curitibanos que circulam pela cidade.

NULL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts relacionados

Entre os dias 29 de março e 10 de abril, você tem um encontro com a arte, os palcos, a vida!

Menu

Entre os dias 29 de março e 10 de abril, você tem um encontro com a arte, os palcos, a vida!