Quer inscrever um projeto educativo no Guritiba? Saiba como.

Publicado 14/03/2018

“Cabaré do Frederico” é uma das peças apresentadas em instituições de ensino pelo Programa Guritiba – Foto: Leo Gallo

As ações do Guritiba não terminam com o fim do Festival. Além de oferecer peças e atividades recreativas  entre 29 de março e 8 de abril, o programa se estende por todo o ano mediante ações educativas em instituições de apoio à criançada.

[Conheça todos os eventos do Festival de Curitiba]

O trabalho leva espetáculos a toda a capital paranaense e Região Metropolitana e, em sete anos, já beneficiou mais de 1,7 mil crianças em situações de vulnerabilidade social.

Inscrições

A novidade é que agora o Guritiba abre inscrições para instituições que queiram receber atividades educativas e também para autores de projetos bacanas que topem participar. Os interessados devem se cadastrar aqui e aqui.

E não apenas peças são aceitas, como também outras propostas de cunho cultural, envolvendo contação de histórias, oficinas de dança, teatro, música, literatura, comunicação e artes plásticas. 

Como funciona?

Caso selecionado, o dono do projeto recebe um cachê para executar as atividades. A escola, creche ou ONG escolhida não paga nada pelo trabalho. A equipe do Guritiba analisa todas as ideias e demandas recebidas, verifica o projeto ideal para cada instituição e faz a intermediação para que tudo aconteça. O Guritiba é uma realização da produtora Parnaxx, com o incentivo da Lei Rouanet.

Prazos

Não há um período determinado para inscrições e chamadas. A produtora terá um banco de projetos e organizações, que deve ser atualizado por e-mail anualmente pelos autores e escolas. O regulamento completo da ação pode ser conferido aqui.

Tem alguma dúvida sobre o Festival de Curitiba? Confira o nosso FAQ